Quando vamos iniciar uma nova implantação do Reporting Services (SSRS2016), uma das primeiras perguntas a ser respondida é a escolha do modo de instalação que será implementado. Atualmente, podemos optar por uma instalação nativa do SSRS2016 ou uma implantação integrada ao Sharepoint. Ambos os modos oferecem funcionalidades para atender determinadas demandas, veja qual escolher com um breve descritivo abaixo:

Modo Nativo – nesse modelo, o Reporting Services é instalado como uma implementação independente, todas as funcionalidades ficam disponíveis a partir de alguns serviços básicos: SSRS WebService, SSRS Databases, SSRS Portal. Sem entrar muito no mérito do back-end envolvido na instalação, esses são os principais pilares do modo de implantação nativa. Podemos dizer que o Reporting Services Nativo existe por si só, e já esta pronto para uso e distribuição a partir dessa instalação nativa.

Modo Integrado ao Sharepoint – Como podemos observar pelo nome, nesse modo, estamos adicionando uma feature ao Sharepoint, assim, o SSRS2016 passa a compor uma instalação existente do Sharepoint. Então, é possível utilizar toda a parte de compartilhamento de documentos do Sharepoint e criar novas bibliotecas usando os recursos do Reporting Services.

Então, qual devo escolher ?

Como temos o objetivo de identificar a melhor instalação para seu cenário, é importante, dentro das opções, selecionar alguns pontos que precisamos entender junto ao cliente. Sempre optamos por instalações integradas ao Sharepoint, quando na organização em questão, já temos uma cultura de Sharepoint bem estabelecida ou precisamos, além de relatórios, trabalhar o compartilhamento de outros tipos de arquivos, pois assim, unimos os dois recursos em uma infraestrutura integrada.

Agora, se no seu cenário, a demanda é apenas por relatórios, sejam eles móveis ou paginados, podemos optar por uma instalação nativa, assim, temos um ambiente focado nessa entrega, e podemos alocar recursos de forma mais precisa.

Um pouco mais …

O que eu não citei sobre a instalação nativa, porem você precisa saber. O SSRS2016 pode se conectar em diversas fontes de dados (SQL Server, Oracle, MySQL, Db2 …), porem, o SSRS Databases, que é a base de dados utilizada pelo serviço do Reporting Services, apenas pode ser instalado em uma instancia do SQL Server. Nos próximos posts, irei falar um pouco mais detalhado sobre a parte estrutural de uma instalação nativa do Reporting Services.

Até mais 😉 .

Anúncios